18/10/2014

2

O QUE ANDA ACONTECENDO? DEPRESSÃO.....VAMOS ENTENDER UM POUCO.





O que é Depressão?

A depressão é um distúrbio afetivo que acompanha a humanidade ao longo de sua história. No sentido patológico, há presença de tristeza, pessimismo, baixaautoestima, que aparecem com frequência e podem combinar-se entre si. É imprescindível o acompanhamento médico tanto para o diagnóstico quanto para o tratamento adequado.

Causas

A depressão é uma doença. Há uma série de evidências que mostram alterações químicas no cérebro do indivíduo deprimido, principalmente com relação aos neurotransmissores (serotonina, noradrenalina e, em menor proporção, dopamina), substâncias que transmitem impulsos nervosos entre as células. Outros processos que ocorrem dentro das células nervosas também estão envolvidos.
Ao contrário do que normalmente se pensa, os fatores psicológicos e sociais, muitas vezes, são consequência e não causa da depressão. Vale ressaltar que o estresse pode precipitar a depressão em pessoas com predisposição, que provavelmente é genética. A prevalência (número de casos numa população) da depressão é estimada em 19%, o que significa que aproximadamente uma em cada cinco pessoas no mundo apresenta o problema em algum momento da vida.

Sintomas de Depressão

São sintomas de depressão:
  • Humor depressivo ou irritabilidade, ansiedade e angústia
  • Desânimo, cansaço fácil, necessidade de maior esforço para fazer as coisas
  • Diminuição ou incapacidade de sentir alegria e prazer em atividades anteriormente consideradas agradáveis
  • Desinteresse, falta de motivação e apatia
  • Falta de vontade e indecisão
  • Sentimentos de medo, insegurança, desesperança, desespero, desamparo e vazio
  • Pessimismo, ideias frequentes e desproporcionais de culpa, baixa autoestima, sensação de falta de sentido na vida, inutilidade, ruína, fracasso, doença ou morte.
  • A pessoa pode desejar morrer, planejar uma forma de morrer ou tentar suicídio
  • Interpretação distorcida e negativa da realidade: tudo é visto sob a ótica depressiva, um tom "cinzento" para si, os outros e o seu mundo
  • Dificuldade de concentração, raciocínio mais lento e esquecimento
  • Diminuição do desempenho sexual (pode até manter atividade sexual, mas sem a conotação prazerosa habitual) e da libido
  • Perda ou aumento do apetite e do peso
  • Insônia (dificuldade de conciliar o sono, múltiplos despertares ou sensação de sono muito superficial), despertar matinal precoce (geralmente duas horas antes do horário habitual) ou, menos frequentemente, aumento do sono (dorme demais e mesmo assim fica com sono a maior parte do tempo)
  • Dores e outros sintomas físicos não justificados por problemas médicos, como dores de barriga, má digestão, azia, diarreia, constipação, flatulência, tensão na nuca e nos ombros, dor de cabeça ou no corpo, sensação de corpo pesado ou de pressão no peito, entre outros.

Tratamento de Depressão

O tratamento da depressão é essencialmente medicamentoso. Existem mais de 30 antidepressivos disponíveis. Ao contrário do que alguns temem, essas medicações não são como drogas, que deixam a pessoa eufórica e provocam vício. A terapia é simples e, de modo geral, não incapacita ou entorpece o paciente.
Alguns pacientes precisam de tratamento de manutenção ou preventivo, que pode levar anos ou a vida inteira, para evitar o aparecimento de novos episódios de depressão. A psicoterapia ajuda o paciente, mas não previne novos episódios, nem cura a depressão.
A técnica auxilia na reestruturação psicológica do indivíduo, além de aumentar a sua compreensão sobre o processo de depressão e na resolução de conflitos, o que diminui o impacto provocado pelo estresse.


Médico Psiquiatra - Ansiedade, Pânico e Transtornos do Humor.


Fonte:
http://www.minhavida.com.br/saude/temas/depressao

Bem, muitas amigas, companheiras, leitoras e inscritas andam perguntando o que está acontecendo. 
Não gosto de falar muito sobre isso nem os detalhes, por isso como sempre vejo esse site e procurei o tema Depressão para que ficassem informadas, por favor peço que leiam e não digam: 

A TÁ...É ISSO? JÁ SEI O QUE É...
SE VOCÊ NÃO PASSOU POR ISSO...NÃO SABE!.

Acho que devia só dar uma pequena satisfação porque me cobram porque não postei isso ou aquilo, porque não mostro alguns produtos que querem ver. Olha gente se for comprinhas que esperam nem adianta,não ando comprando nada.

Mas o que for possível e sempre que eu estiver bem e disposta estarei por aqui.
Não é  fácil e podem ter certeza disso, pois por mais que amigas e familiares tentem ajudar não dependem deles....depende muito mais de mim. 

As palavras: seja forte,confie,acredite,tenha fé, tenha esperança, vai a luta, Claro que ajudam! Mas não vai mudar se a atitude de ir ao médico, rever a medicação e procurar ajuda de um profissional na área psicológica não for a minha atitude.

Os detalhes? estão acima no texto...leiam. As vezes nem os familiares entendem.

Não vou tirar o blog e a page enquanto estiver assim, não quero fazer nada que me arrependa. Vou continuar e conto com o apoio  de vocês e todas amigas que já sabem um pouquinho da minha história.

Eu apesar dos momentos ruins sou feliz e agradecida a Deus por tudo!

Beijos e até mais....venho com As Unhas da Leitora <3










2 comentários:

  1. Oi Ivone! Olha, eu nunca disse aqui e em nenhum lugar das redes sociais, mas eu também já tive depressão! Fou muuuuuito difícil pra mim! E para piorar eu não tive apoio da família! isso mesmo! Diziam pra mim que era frescura minha! O que eu fiz? Simplesmente eu só falei uma vez e não toquei mais no assunto! Pra que, né? Se ninguém queria saber! Eu ia no médico e tomava os remédios religiosamente e tive orientação psicológica! Depois de 1 ano e meio fiquei bem novamente! E um dos conselhos que o médico me deu e eu nunca mais esqueci foi: " Não se preocupe tanto com quem não se preocupa com você! Deixe que os outros resolvam os seus problemas! Cuide de vc! Se ame! Se cuide e viva um dia de cada vez!" E foi dito e feito! E faço isso até hoje! Então Ivone, vá ao médico, tome os remédios indicados por ele. troque se for necessário e se não tiver alguém do lado para desabafar e te escutar, procure um psicólogo! Eu tive que fazer isso por não ter ninguém para me ouvir e me confortar! Parece ser duro, né? Mas foi o que aconteceu comigo! Eu sempre digo a qualquer pessoa que viva como se fosse o último de suas vidas! Ela é muito curta para ficarmos pensando em tristeza, melancolia e pensamentos negativos!! Bjokas querida! Muita luz pra ti, flor!

    ResponderExcluir
  2. A depressão esta se tornando o mal do século. Eu ja passei por isso com apenas 16 anos mais com a graças de Deus tive minha família por perto pois muitos criticam achando que é uma frescura. Eu tive que ter acompanhamento psicológico e também uso de remédios para poder me ajudar a sair dessa. Procurava sempre me superar a cada dia era uma época que eu ia para escola então acabava que sofria muito e cada dia tinha que ser um novo dia, um dia de superação e força.
    Com a procura de Deus ficou bem mais facil passar por isso tudo. Mas é uma doença que vai e volta estou tendo as mesmas coisas tudo de novo, isso é muito dificil pois nao quero novamente ter que passar pelo mesmo sofrimento entao ja estou procurando me reanimar e procurar forças em Deus e na minha familia evitando assim tomar os remedios.
    Espero que voce encontre sua paz e tambem a sua cura.
    Saiba que pode contar comigo pois ganhou uma amiga como ja te falei e sei como é dificil passar por tudo isso pois ja passei e estou enfrentando novamente.
    Que voce consiga se superar Bjao
    Fica com Deus *-*

    ResponderExcluir